Numa Dieta de Baixo Teor de Carboidrato e Não Emagrece? Leia!

Dietas de baixo teor de carboidrato são muito eficazes. Isso é fato científico.

No entanto, como acontece com qualquer dieta, as pessoas, às vezes, param de perder antes que atinjam o peso desejado.

Aqui estão as 15 principais razões pelas quais você não está perdendo peso em uma dieta com baixo teor de carboidratos.

1. Você está perdendo gordura, só que não percebe isso

Mulher se pesando na balançaA perda de peso não é um processo linear.

Caso você se pese todos os dias, verá que alguns dias que notará que o peso diminuiu e que em outros que ele aumentou.

Isso não quer dizer que a dieta não esteja funcionando, visto que existe uma tendência à perda de peso.

Muitas pessoas perdem muito peso na primeira semana, mas a perda é principalmente de água. A perda de peso vai diminuir significativamente após essa fase inicial.

É claro que, perder peso não é o mesmo que perder de gordura.

É possível, principalmente se começou a levantar peso, que esteja ganhando músculo ao mesmo tempo que perde gordura.

Para se certificar de que você está perdendo, use algo que não seja apenas a balança (que é uma grande e gorda mentirosa). Use uma fita métrica para medir a circunferência da cintura e calcule o seu percentual de gordura corporal mais ou menos uma vez por mês.

Além disso, tire fotos. Anote como estão as suas roupas. Se você está parecendo mais fino e suas roupas estão mais soltas, então você está perdendo gordura, não importa o que a balança diz.

Em resumo: A perda de peso não é linear e há muito mais em conta além da gordura corporal. Seja paciente e utilize outras formas de medir além da balança.

2. Você não está cortando carboidratos o suficiente

Algumas pessoas são mais sensíveis que outras a carboidratos.

Se você está comendo uma quantidade baixa de carboidratos e seu peso começar a estagnar, pode ser necessário cortá-los ainda mais de sua alimentação.

Nesse caso, consuma menos de 50 gramas de carboidratos por dia.

Quando você consome menos de 50 gramas por dia, você terá que eliminar a maioria das frutas de sua dieta, embora você possa comer frutas vermelhas em pequenas quantidades.

Se isso não funcionar, consumir menos de 20 gramas por um período pode funcionar… comer apenas proteínas, gorduras saudáveis ​​e vegetais de folhas verdes.

Para certificar-se de que está fazendo uma dieta baixa em carboidratos, crie uma conta gratuita no Fitday e registre sua ingestão de alimentos por um tempo.

Em resumo: Se você é sensível a carboidratos, então é recomendado eliminar temporariamente frutas e comer menos de 50 gramas de carboidratos por dia.

3. Você está estressado O Tempo Todo

Infelizmente, nem sempre é suficiente apenas ter uma boa alimentação e fazer exercícios.

Precisamos ter certeza de que nossos corpos estão funcionando da melhor forma e que o nosso ambiente hormonal é favorável.

Estar estressado o tempo todo mantém o corpo em um estado constante de “luta ou fuga” – com níveis elevados de hormônios do estresse, como o cortisol.

Se os níveis de cortisol se elevarem constantemente, isso pode aumentar sua fome e a vontade de comer alimentos não saudáveis.

Se você quiser reduzir estresse, tente a meditação e exercícios de respiração profunda. Reduza distrações como Facebook e mídia de notícias, e leia mais livros.

Em resumo: O estresse crônico pode ter efeitos negativos sobre o seu ambiente hormonal, fazendo você ter mais fome e evitando a perda de peso.

4. Você Não Está Comendo Comida de Verdade

Tabuleiro com junk foodUma dieta baixa em carboidratos é mais do que apenas reduzir a ingestão de carboidratos.

Você tem que substituir os carboidratos por alimentos realmente nutritivos.

Jogue fora todos os produtos processados de baixo carboidrato, como barras de cereais, elas não são comida de verdade e elas não são boas para sua saúde.

Atenha-se a carnes, peixes, ovos, vegetais e gorduras saudáveis, se você precisa perder peso.

Além disso, “guloseimas” como bolachas e bolinhos podem causar problemas, mesmo que sejam feitos com ingredientes saudáveis. Elas devem ser consideradas guloseimas ocasionais, não algo que você coma todos os dias.

O que também é importante é comer GORDURA suficiente. Se você tentar cortar carboidratos E gordura, você vai acabar com uma fome voraz e sentindo-se um lixo.

Comer uma dieta que só tenha proteína é uma péssima idéia. Baixos teor de carboidratos, alto teor de gordura e proteína moderada é o caminho a percorrer se você quiser entrar em cetose, que é o ambiente hormonal ideal para queimar gordura corporal.

Em resumo: É necessário substituir os carboidratos por alimentos realmente nutritivos. Para perder peso, manter carnes, peixes, ovos, gorduras saudáveis, legumes e verduras.

5. Você está comendo muitas nozes

As nozes são alimentos reais, não há dúvidas sobre isso.

Elas também são muito ricas em gordura, nas amêndoas, por exemplo, cerca de 70% das calorias são gorduras.

No entanto, é muito fácil comer nozes em demasia.

A sua crocância e alta densidade de energia faz com que comamos grandes quantidades delas sem nos sentirmos cheios.

Eu, pessoalmente, posso consumir um saco de nozes e ainda não me sentir satisfeito, mesmo que ele contenha mais calorias do que uma refeição.

Se você está comendo nozes todos os dias (ou pior, manteiga de amendoim) no lanche, então provavelmente está consumindo calorias demais.

Em resumo: Nozes possuem uma densidade de energia muito alta e são fáceis de comer exageradamente. Se você está comendo nozes constantemente, tente eliminá-las.

6. Você não está dormindo o suficiente

mulher dormindoO sono é extremamente importante para a saúde geral e os estudos mostram que a falta de sono se correlaciona com o ganho de peso e obesidade.

A falta de sono pode fazer sentir mais fome. E também ficaremos mais cansados ​​e menos motivados para fazer exercício e comer coisas saudáveis.

O sono é um dos pilares da saúde. Se você está fazendo tudo certo, mas ainda não obtiver um bom sono, então você não vai ver nem sequer perto dos resultados que poderia esperar.

Se tiver um distúrbio do sono, consulte um médico. Eles são muitas vezes facilmente tratáveis.

Algumas dicas para melhorar o sono:

  • Evite cafeína depois das duas horas da tarde.
  • Durma em completa escuridão.
  • Evite álcool e exercício físico nas últimas horas antes de dormir.
  • Faça algo relaxante antes de dormir, como a leitura.
  • Tente ir para a cama no mesmo horário todas as noites.

Em resumo: O sono é absolutamente crucial para uma ótima saúde. Estudos mostram que a falta de sono pode fazer você comer mais e ganhar peso.

7. Você está comendo lacticínios em demasia.

Outro alimento com pouco teor de carboidrato que pode causar problemas para algumas pessoas são os laticínios.

Alguns produtos lácteos, apesar de terem baixo teor de carboidratos, ainda são muito ricos em proteínas.

Proteínas, como os carboidratos, podem elevar os níveis de insulina, o que permite o acúmulo de energia.

A composição de aminoácidos em proteínas lácteas diárias são muito potentes para aumentar a insulina. Na verdade, as proteínas do leite podem gerar pico de insulina tanto quanto o pão branco.

Mesmo que você seja bem tolerante a derivados do leite, ingeri-los demasiadamente e injetar insulina pode ser prejudicial para a adaptação metabólica que precisa ser feita a fim de obter todos os benefícios de dietas com poucos carboidratos.

Neste caso, evite o leite, corte queijo, iogurte e creme. A manteiga pode consumir, pois é muito baixa em proteínas e lactose e, portanto, não afetará o nível de insulina.

Em resumo: A composição de aminoácidos em proteínas lácteas modifica o nível de insulina de forma muito eficiente. Tente eliminar todos os produtos lácteos, exceto a manteiga.

8. Você não está se exercitando corretamente (por completo)

Você NÃO deve praticar exercício com o objetivo de queimar calorias.

As calorias queimadas durante o exercício são geralmente insignificantes, elas podem ser facilmente anuladas comendo algumas mordidas extras de comida na refeição seguinte.

mulher se exercitando com um kettlebellNo entanto, o exercício é fundamental para a saúde física e mental.

Exercício, no longo prazo, pode ajudá-lo a perder peso ao melhorar a sua saúde metabólica, aumentando sua massa muscular e fazendo você se sentir incrível.

Mas é importante fazer o tipo certo de exercício. Apenas a esteira é improvável que lhe dê bons resultados e fazer demais pode até ser prejudicial.

Levantamento de pesoirá melhorar muito o seu ambiente hormonal e aumentará a sua massa muscular, o que vai ajudar a perder peso em longo prazo.

Treino intervalado – fazer intervalos de alta intensidade é uma excelente forma de cardio que melhora o metabolismo e aumenta seus níveis de hormônio do crescimento humano.

Baixa intensidade – ser ativo e fazer algum trabalho de baixa intensidade como caminhar é uma ótima idéia. O corpo humano foi projetado para se movimentar, não para estar sentado em uma cadeira durante todo o dia.

Em resumo: os tipos certos de exercício melhoram o seu ambiente hormonal, aumentam sua massa muscular e fazem você se sentir incrível.

9. Você está comendo muitos doces

Apesar de alguns adoçantes não terem calorias, eles podem afetar os nossos níveis de apetite.

Vários estudos mostram que os adoçantes artificiais podem afetar o apetite, negativa ou positivamente, em alguns casos fazendo as pessoas comem mais calorias ao todo.

Além disso, o consumo de adoçantes artificiais está associado ao ganho de peso em longo prazo.

Isso provavelmente depende do indivíduo, mas se você estiver consumindo muito adoçante e não está perdendo peso, então você pode tentar excluí-los.

Em resumo: Apesar de serem livres de calorias, os adoçantes artificiais podem afetar o nosso apetite, em alguns casos, levando a um aumento líquido no valor total de calorias.

10. Você Tem Algum Problema Médico

Médica ouvindo uma pacienteExistem certos medicamentos que são conhecidos por estimularem o ganho de peso.

Se você olhar para a lista de efeitos colaterais dos medicamentos que está tomando e vir “aumento de peso” na lista – marque uma consulta com o seu médico.

Talvez haja outro medicamento disponível que não cause aumento de peso.

Se você estiver fazendo tudo certo e ainda não estiver obtendo resultados, então talvez você tenha algum problema médico.

Muitos distúrbios hormonais podem causar problemas de perda de peso, especialmente hipotireoidismo.

Nesse caso, faça uma consulta com o seu médico. Explique que você está tendo problemas para perder peso e que deseja excluir quaisquer problemas médicos.

Em resumo: certos problemas médicos e medicamentos podem causar problemas para a perda de peso. Consulte um médico para discutir suas opções.

11. Você está sempre comendo

É um mito que persistente em círculos de saúde e fitness que todos devem fazer várias pequenas refeições ao longo do dia.

Isto foi realmente estudado minuciosamente. Nenhuma vantagem foi encontrada em comer refeições mais frequentes e mais pequenas.

É natural para os seres humanos fazerem menos refeições por dia e, às vezes, passar por longos períodos sem comer nada.

Algumas pessoas fazem algo chamado jejum intermitente, comer com uma janela de 8 horas por dia ou fazendo jejuns de 24 horas 1-2 vezes por semana. Isto pode ser muito útil mudar um processo

Em resumo: Não há benefício comprovado em comer várias pequenas refeições ao longo do dia. Tente comer menos refeições e considere fazer o jejum intermitente.

12. Você está trapaceando muito frequentemente

Para as pessoas que conseguem se controlar, fazer uma refeição ou outra que saia da dieta ou ter um dia especifico para isso pode não causar problemas.

Para outros, especialmente aqueles mais propensos à compulsão alimentar, esse tipo de escapada da dieta pode fazer mais mal do que bem.

Se você estiver trapaceando muitas vezes… ou com “pequenas beliscos” aqui e ali ou durante dias inteiros em que você não come nada além de comida ensacada, então você pode facilmente arruinar o seu progresso.

Ter mais de uma a duas refeições de beliscos por semana (ou um inteiro) fará mal.

Se você simplesmente não consegue se controlar perto de alimentos não saudáveis, não importando o que você tente, então talvez você seja viciado em comida. Nesse caso, afastar completamente esses alimentos da sua vida pode ser uma boa idéia.

Em resumo: Algumas pessoas podem comer comida não saudável de vez em quando sem arruinar o seu progresso, mas isso não se aplica a todos. Para outros, trapacear as refeições vai fazer mais mal do que bem.

13. Você está comendo muitas calorias

mulher com talheres gigantes olhando para bifeUma das principais razões da dieta de baixo teor de carboidratos ser tão eficaz é que ela diminui o apetite e faz com que as pessoas consumam menos calorias sem esforço.

Se você está fazendo tudo certo, mas não está perdendo peso, tente contar as calorias por um tempo.

E novamente, crie uma conta gratuita no Fitday e controle sua ingestão por alguns dias.

Tenha como objetivo um consumo de 500 calorias por dia, o que, teoricamente, deveria fazer você perder 1 quilo de peso por semana (nem sempre funciona na prática).

Em resumo: é possível consumir muitas calorias e parar de perder peso. Tente contar as calorias e ter como objetivo o total de 500 calorias por dia durante um período.

14. Você não tem expectativas realistas

No fim das contas, perder peso leva tempo.

É uma maratona, não uma corrida.

Perder 500g-1kg por semana é uma meta realista.

Algumas pessoas vão perder peso mais rápido, outras mais devagar.

Mas também é importante ter em mente que nem todo mundo pode parecer como modelo de fitness.

Em algum momento, você vai chegar a um peso saudável, que pode ser acima do que o inicialmente esperado.

Em resumo: É importante ter expectativas realistas. A perda de peso leva muito tempo e nem todos irão se parecer com um modelo de fitness.

15. Você “reduziu” Por Tempo Demais

Eu não acho que é uma boa idéia permanecer em um déficit calórico por muito tempo.

As pessoas mais magras (fisiculturistas e modelos de fitness) nunca fazem isso. Elas fazem ciclos de “aumento” e “redução”.

Se você comer com déficit calórico durante muitos meses (ou anos), então, eventualmente, a sua taxa metabólica pode ficar mais lenta.

Se você estiver fazendo dieta por muito tempo, pense em um período de dois meses, onde você vise “manter” e ganhar um pouco de músculo, e isso pode ser o que você precisa para fazer as coisas começaram novamente.

Claro, isso não significa comer alimentos ruins, apenas coma mais das coisas boas.

Após estes dois meses, você pode começar a “fazer dieta” novamente.

16. Tome um suplemento emagrecedor para turbinar seus resultados, como Goji Pro por exemplo.

Você já conseguiu romper um patamar de perda de peso alguma vez na vida?

Sinta-se à vontade para deixar um comentário!